O médico, o homem e a meta!

Medico Runco e a Família

A FAMÍLIA E O COMEÇO

A infância e o despertar para a medicina.

José Luiz Runco é o caçula de 4 filhos e cresceu no bairro do Rio Comprido, no Rio de Janeiro. Foi no Colégio São José que teve um ensino rigoroso e aprendeu sobre ética, decência e respeito.

 

Uma lesão de menisco o levou ao centro cirúrgico da Beneficência Portuguesa. Foi lá que, inspirado pelo trabalho dos médicos, tomou a decisão que iria mudar a sua vida, ser um médico ortopedista e, de quebra, trabalhar com futebol, já que também sempre sonhou em ser jogador de futebol.
Iniciou a Faculdade de Medicina em Valença, mas depois cursou o restante na Faculdade de Petrópolis e já em 1976, no terceiro ano da faculdade, foi trabalhar no Hospital Carlos Chagas, em Marechal Hermes, aonde conheceu a sua futura esposa Lucia, que fazia residência no hospital.

 

Formou-se em 1979 pela Faculdade de Petrópolis, mesmo ano em que casaria com Lucia, sua esposa até hoje. Juntos iniciam a construção de sua família com o nascimento de seu filho Guilherme em 1983 e Natália em 1985. Ainda hoje toda a família segue na área médica, Guilherme é médico ortopedista, Natália é Fisioterapeuta e Lucia é anestesia. Em algumas oportunidades a família se reune como equipe nas cirurgias do Dr. Runco.

VIDA PROFISSIONAL

Construindo uma carreira sólida.

Em abril de 1976 teve a chance de fazer a primeira cirurgia de sua vida, e dois anos mais tarde inicia um estágio na base do futebol no Vasco da Gama, e também sua relação com o mundo do futebol.
Consegue conciliar sua agenda lotada com uma residência na Clínica Ortopédica Santa Lucia, em Niterói entre 1980 e 1981.

 

Após muito aprendizado, deixa o Vasco e vai para as divisões de base do Clube de Regatas do Flamengo. Em julho de 1984 recebe a sua primeira convocação para atuar como médico da Seleção Brasileira de Juniores (Sub-20), é o inicio de uma carreira promissora, e Runco seria campeão do mundial Sub-20 junto com essa equipe em 1985.

 

Logo após o título mundial é promovido ao futebol profissional do Flamengo e meses depois recebe o convite para trabalhar com a seleção nacional do Iraque. Runco aceita, vive momentos tensos, mas ao mesmo tempo reúne diversas histórias interessantes. Volta ao Brasil dois anos depois e passado algum tempo realiza sua primeira artroscopia. Divide seu tempo entre o Flamengo, o COT (Clínica na Tijuca) e o Hospital dos Servidores no Rio até 1998.

omedico-img-2

RUNCO E O FUTEBOL

O futebol já estava na vida do Dr. Runco há alguns anos e já tinha conquistado títulos pelo Vasco, Flamengo e Brasil, mas em 1998 um objetivo em sua carreira é atingido, quando é convocado para ser o chefe do departamento médico da seleção brasileira de futebol.

 

Ao longo de 16 anos assumiu essa responsabilidade e colecionou situações decisivas e muitos títulos. Ao mesmo tempo contabilizou mais de 30 anos de carreira no Flamengo, aonde viveu igualmente muitos momentos tensos, vitoriosos e até cômicos. Foram diversos diagnósticos e decisões assertivas, como o caso de Rivaldo na Copa de 2002, e claro, muitas cirurgias realizadas nos atletas, sempre com a meta de retorná-los aos gramados com eficiência máxima.

GRANDES PROJETOS

Voltando ao ano de 1994, Dr. Runco realiza um grande sonho e inaugura a clínica Barra Trauma, aonde atende junto com sua equipe até hoje. No ano 2000 realiza mais um investimento, e torna-se sócio do Hospital Pasteur.

 

Dedica-se bastante ao futebol e somente 16 anos depois volta sua atenção à novos empreendimentos. No ano passado inicia a operação do Núcleo Ortopédico da Barra, situado no Ámericas Medical City e integrado aos hospitais Vitória e Samaritano. E em dezembro de 2016 finaliza mais um grande projeto, a implementação da Clínica FisioO2, junto com sócios como Carlos Alberto Parreira. A clínica é um grande centro de reabilitação e fisioterapia, para atletas de alto nível e também esportistas amadores.

O-Medico_Img04

LINHA DO TEMPO

  • José Luiz Runco

    José Luiz Runco

    0000-timeline

    UM HOMEM • UM MÉDICO • UMA META

  • A gênesis: o imigrante italiano Giuseppe Runco

    A gênesis: o imigrante italiano Giuseppe Runco
    1932

    (Arquivo Pessoal)

    A gênesis:

    O imigrante italiano Giuseppe Runco

    Em 1932 chega ao Brasil o italiano Giuseppe Runco. Começa a vida vendendo jornais no trem de Pati de Alferes a Miguel Pereira. Com 25 anos passa a trabalhar nas feiras livres do Rio, transportando as mercadorias dos feirantes, onde ganha o apelido de Zé do Ronco. Termina com uma frota de 12 caminhões.

  • Nascimento – 11 de Abril de 1955

    11 de Abril de 1955
    O bebê Runco, com um ano de idade

    O bebê Runco, com um ano de idade

    11 de Abril de 1955

    NASCIMENTO

    José Luiz Runco nasceu no bairro do Rio Comprido, Rio de Janeiro, filho de um italiano com uma brasileira, filha de italianos. Era o caçula de 4 filhos.

  • Boas recordações do Colégio São José

    1967

    Colégio São José – Runco à esquerda agachado: boas recordações (Arquivo Pessoal)

    1967

    Boas recordações do Colégio São José

    Runco considerava o São José sua segunda casa. Adorava passar o fim de semana no colégio para jogar bola.

  • As primeiras lições

    1968-timeline

    Runco aos 13 anos com a irmã Annina (Arquivo Pessoal)

    1968

    As primeiras lições

    Runco cursou o ginásio e os dois primeiros anos do científico no Colégio São José, no bairro da Tijuca. Com um modelo de disciplina e ensino muito rigorosos, foi lá que aprendeu ética, decência, valores morais e respeito ao próximo.

  • Faculdade em Valença

    Runco no início da faculdade de Medicina em Valença (Arquivo Pessoal)

    Runco no início da faculdade de Medicina em Valença (Arquivo Pessoal)

    1974

    Faculdade em Valença

    Runco passa no vestibular e começa a cursar Medicina na faculdade de Valença. Abandonou a Engenharia depois de uma cirurgia em seu joelho, durante a qual se identificou com o centro cirúrgico, o ambiente e os médicos. Em 1977 Runco se transfere para a Faculdade de Medicina de Petrópolis.

  • Um grande marco: O estágio no Vasco

    O estagiário Runco examina Roberto Dinamite no Vasco da Gama (Arquivo Pessoal)

    O estagiário Runco examina Roberto Dinamite no Vasco da Gama (Arquivo Pessoal)

    1978

    Um grande marco: O estágio no Vasco

    Maurício Teixeira indicou Runco para ser estagiário do Vasco. A entrevista com o médico Rui Diniz resultou em sua contratação. Segundo o próprio Runco, esse foi um marco em sua vida profissional.

  • Casamento

    1979

    Os sobrinhos Renata (filha da irmã Annina) e André (filho de Maria, irmã mais velha de Runco) nas bodas de Runco e Lucia (Arquivo Pessoal)

    1 de Fevereiro de 1979

    Casamento

    Runco casou-se com Lucia na capela da Associação Médica Fluminense, em Niterói. O celebrante foi o padre João Navarro Rebert, conhecido por Navarro, que é até hoje o padre que celebra as principais cerimônias religiosas da família.

  • Formatura

    1979_2

    (Arquivo Pessoal)

    6 de Dezembro de 1979

    Formatura

    O acadêmico José Luiz Runco: formatura pela Faculdade de Medicina de Petrópolis.

  • Do Vasco para o Flamengo

    Runco é homenageado pelos jogadores do Vasco no jogo Vasco e Flamengo. (Arquivo Pessoal)

    Runco é homenageado pelos jogadores do Vasco no jogo Vasco e Flamengo. (Arquivo Pessoal)

    27 de Agosto de 1981

    Do Vasco para o Flamengo

    Runco é contratado para trabalhar com as divisões de base do Flamengo. Justamente em um jogo entre o Vasco e o Flamengo recebe uma placa dos jogadores do Vasco “pela sua dedicação e carinho, uma recordação de seus atletas e amigos”.

  • Indicação para Gama Filho

    Runco na Gama Filho com os alunos atletas (Arquivo Pessoal)

    Runco na Gama Filho com os alunos atletas (Arquivo Pessoal)

    Fevereiro de 1982

    Indicação para Gama Filho

    Dr. Manoel Moutinho indica Runco para trabalhar na equipe médica da Universidade Gama Filho. Um mês antes tornou-se membro da SBOT – Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia.

  • Nasce o primeiro filho do casal

    (Arquivo Pessoal)

    (Arquivo Pessoal)

    27 de Dezembro de 1983

    Nasce o primeiro filho do casal

    Nasce o futuro ortopedista Guilherme Morgado Runco. Sem abandonar os plantões, Runco ensina: “Casem com a profissão, é isso que lhes dará suporte e sustentação para proteger a família.”

  • Convocação: médico da seleção brasileira sub-20

    Preparação para o mundial de Moscou (Gazeta Esportiva)

    Preparação para o mundial de Moscou (Gazeta Esportiva)

    Julho de 1984

    Convocação: médico da seleção brasileira sub-20

    Primeira convocação para atuar como médico da seleção brasileira de juniores (sub-20).

  • Nascimento da filha

    19855 de Agosto de 1985

    Nascimento da filha

    Nasce a futura fisioterapeuta Natália Morgado Runco.

  • Um divisor de águas

    7 de Setembro de 1985

    Um divisor de águas

    A seleção sub-20 conquista o título de campeã mundial em 7 de setembro de 1985. Runco afirma que esse fato foi um divisor de águas em sua carreira.

  • Flamengo: promoção ao futebol profissional

    Runco examinando Bebeto durante jogo do Flamengo

    Runco examinando Bebeto durante jogo do Flamengo

    20 de Setembro de 1985

    Flamengo: promoção ao futebol profissional

    Com o retorno da seleção brasileira, trazendo na bagagem a taça de campeão, Runco é promovido ao futebol profissional do Flamengo.

  • O ladrilheiro

    11 de Dezembro de 1985

    O ladrilheiro

    Uma decisão do campeonato carioca entre Vasco e Flamengo ficou famosa pelo episódio de um ladrilheiro que invadiu o campo. A invasão teria prejudicado o Vasco, pois o jogo ficou muito tempo parado, dando a vitória ao Flamengo. O episódio deu o que falar, “Isso é coisa do Flamengo”!

    Tempos depois, após o gol de empate do Flamengo na final do Carioca de 1985 (Fla-Flu), Bebeto cai em campo. O novato Runco entra para atendê-lo e quase foi espancado, confundido com um novo ladrilheiro.

  • Um novo desafio: o Iraque

    1985_5

    Contrato assinado com a Federação Iraquiana de Futebol (Arquivo Pessoal)

    20 de Dezembro de 1985

    Um novo desafio: o Iraque

    Runco recebe proposta para trabalhar com a seleção nacional do Iraque. A despeito de todas as dificuldades, Runco aceita o desafio: um país em guerra, dois filhos pequenos. Por precaução, Runco deixa a família no Brasil e passa a residir sozinho no Iraque.

  • A equipe cirúrgica: um Exército de Brancaleone

    (Arquivo Pessoal)

    (Arquivo Pessoal)

    Janeiro de 1986

    A equipe cirúrgica:
    um Exército de Brancaleone

    O paciente:O sobrinho de Saddam Hussein
    1º assistente:Massagista brasileiro José Antônio
    Instrumentadora: Uma cubana local (lindo culo)
    O anestesista: ???

  • O consultório de Runco em Bagdá

    (Arquivo Pessoal)

    (Arquivo Pessoal)

    Janeiro de 1986

    O consultório de Runco em Bagdá

    Devido ao sucesso da cirurgia, Runco ganha de presente um consultório particular, além de três relógios de ouro maciço.

  • Intimação para realizar cirurgia

    Janeiro de 1986

    Intimação para realizar cirurgia

  • Enfim juntos: Uma vida dura

    (Arquivo Pessoal)

    (Arquivo Pessoal)

    Junho de 1986

    Enfim juntos: Uma vida dura

    No início, Runco foi para Bagdá sozinho, deixando sua mulher Lucia e seus filhos pequenos no Brasil. Em junho deste ano Runco consegue trazer sua família para Bagdá.

  • 1º relatório médico sobre cirurgias feitas no Iraque

    Agosto de 1986

    1º relatório médico sobre cirurgias feitas no Iraque

  • 2º relatório médico sobre cirurgias feitas no Iraque

    1987

    2º relatório médico sobre cirurgias feitas no Iraque

  • A despedida do Iraque

    (Arquivo Pesoal)

    (Arquivo Pesoal)

    Dezembro de 1987

    A despedida do Iraque

    Mr. Amu Baba, treinador da seleção iraquiana, considerado por Runco como um verdadeiro pai. Mr. Amu dava-lhe conselhos. No final de 1987 veio o último conselho: “Vá embora!”

  • A primeira artroscopia

    Runco e Diolino juntos, em sua única foto sem barba. (Arquivo Pessoal)

    Runco e Diolino juntos, em sua única foto sem barba. (Arquivo Pessoal)

    Janeiro de 1990

    A primeira artroscopia

    A primeira artroscopia foi em janeiro de 1990, na Casa de Saúde Santa Terezinha. A anestesista foi Lucia, sua mulher, e durou quatro horas. Como era a primeira vez de Runco, Diolino, seu grande mestre, percebeu a demora e entrou na sala de cirurgia para ajudá-lo. Era o início de uma grande parceria entre Runco e Diolino.

  • Cirurgia no jogador Nélio: a mais difícil

    1992Julho de 1992

    Cirurgia no jogador Nélio: a mais difícil

    No Flamengo, Runco realizou a que foi considerada por ele a mais complicada de todas. A cirurgia foi no jogador Nélio, do Flamengo.

    Nélio sofreu uma lesão muito grave no joelho, tendo desinserido, ou seja, soltado o ligamento cruzado do joelho; e Runco, juntamente com o grande parceiro Diolino Siqueira, conseguiram reinserí-lo no fêmur.

    A cirurgia foi um enorme sucesso e Nélio voltou a jogar normalmente.

  • Realização de um sonho antigo

    199429 de Agosto de 1994

    Realização de um sonho antigo

    Nasce a tão sonhada clínica na Barra da Tijuca, a clínica Barra Trauma. Com quatro sócios, a clínica foi inaugurada em 29 de agosto de 1994. Por volta do ano 2000, a clínica ganha mais um sócio, e um novo patamar tecnológico com a contratação do software ComAmigo do CEBIM – Centro Brasileiro de Informática Médica, que contribuiu para colocar a clínica em um novo patamar de modernidade.

  • Cirurgia no Romário

    19951995

    Cirurgia no Romário

    Runco realiza cirurgia no joelho de Romário. Muita tensão, pois Romário era nada mais, nada menos, do que o melhor jogador do mundo. A cirurgia foi um sucesso e em 12 dias voltou a treinar.

  • Atingindo a meta: A Seleção Brasileira

    1998Agosto de 1998

    Atingindo a meta: A Seleção Brasileira

    Em agosto de 1998 Runco é convocado pela CBF para Seleção Brasileira de futebol. A notícia saiu na coluna de Renato Maurício Prado, que informou, em primeira mão, que a Seleção ainda não tinha equipe técnica, mas já tinha um chefe do departamento médico.

  • Runco afirma que Rivaldo joga Copa

    Maio de 2002

    Runco afirma que Rivaldo joga Copa

  • Cafu dedica taça da Copa de 2002 a Runco

    2002_230 de Junho de 2002

    Cafu dedica taça da Copa de 2002 a Runco

  • Inauguração do Hospital Pasteur

    2005

    (Arquivo Pessoal)

    Março de 2005

    Inauguração do Hospital Pasteur

    Runco e os sócios Alberto e Abrahão Fiszman.

  • Campeão da Copa das Confederações

    (Arquivo Pessoal)

    (Arquivo Pessoal)

    30 de Julho de 2013

    Campeão da Copa das Confederações

    Runco se consagra campeão da Copa das Confederações com a Seleção Brasileira.

  • Entrevista celebra 30 anos de carreira

    1 de Julho de 2014

    Entrevista celebra 30 anos de carreira

  • Runco fala sobre a lesão de Neymar

    26 de Julho de 2014

    Runco fala sobre a lesão de Neymar

  • Fim de um ciclo de 16 anos com a seleção brasileira de futebol

    Ique

    Ique

    Agosto de 2014

    Fim de um ciclo de 16 anos com a seleção brasileira de futebol

  • Novos projetos! Núcleo Ortopédico da Barra

    Runco no Núcleo Ortopédico da Barra

    Dr. Runco no Núcleo Ortopédico da Barra

    6 de Junho de 2015

    Início da operação do Núcleo Ortopédico da Barra. Centro especializado em medicina esportiva.
    Saiba mais!

  • Mais uma grande empreitada. Inauguração da FisioO2.

    FisioO2

    Recepção da FisioO2

    28 de Novembro de 2016

    Inauguração do novo centro de fisioterapia e reabilitação na cidade do Rio, a clínica FisioO2.
    Saiba mais!

Anuncio FisioO2 Centro de Fisioterapia e Reabilitação no Rio de Janeiro